Fórum

GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
26/11/12 04:16
Tenho atuado como servidor público na área da educação no Estado de Pernambuco desde 1982, portanto já são 30 anos de serviços prestados como Servidor, estou aguardando completar a idade mínima de 55 anos para solicitar a minha aposentadoria em junho de 2014.
Sinto a necessidade de externar o meu pensamento sobre o processo de modernização por que passa a gestão pública no Estado de Pernambuco, o atual governador implantou um modelo de gestão baseado no monitoramento e avaliação por resultados de todos os setores da administração pública estadual; contratou serviços de consultoria privada para implantar um modelo de governança corporativa na gestão pública, onde são estabelecidas metas a serem atingidas pelos diversos setores da estrutura administrativa do Estado, este modelo de gestão têm sido questionado pelas instituições sindicais dos servidores públicos do Estado de Pernambuco, onde se observa que o atual governo estabeleceu um modelo de gestão empresarial para o serviço público.
Este modelo de gestão foi copiado da gestão do Estado de Minas Gerais, será que este modelo de gestão pública vai proporcionar a qualidade social dos serviços públicos ?
O Estado deve ser visto como um Empresa privada ? Estado e Empresa são sinônimos ?
É possível usar uma consultoria privada para implantar um modelo de gestão pública empresarial ?

São indagações que continuam presentes e precisam serem respondidas já.

Att,
João Batista Cavalanti
Limoeiro - PE

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
30/11/12 01:51 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
Esta concepção de gestão pública empresarial é copiada de modelos fracassados nos países capitalistas do primeiro mundo.
Temos que compreender que a função do Estado é administrar os bens públicos de forma justa com base nos princípios essenciais da Gestão Pública Moderna.
Att,
João Batista

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
01/12/12 09:06 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
Bom Dia,

Caro João,

Acredito que metas no serviço Público é uma forma de movimentar a estabilidade do funcionalismo Público, principalmente dos Funcionários Públicos que se usam da estrutura do Sistema Público para Balcão de negócios próprios, assim terá que trabalhar e atingir as metas propostas, penso que muitos dos Funcionários Públicos já se preocupam com o Cidadão, mas a grande maioria fica tentando aumentar seus ganhos usando-se da estabilidade. Com metas um bom atendimento vai ser de interesse da própria instituição Pública. Penso que bem operacionalizado pode mudar a visão que Órgão Público é moroso e sem interesse.. João , pode ser também um primeiro passo para a implantação de um sistema de fiscalização das atividades Públicas que até agora não sei qual Órgão é este se é que existe, pois os Órgãos que existem visam exclusivamente fiscalizar a corrupção que envolve recursos do Público, mas alguém deve dar ao Público o que é de Direito deste Público, mudar o tipo de espetáculo e apresentação que aí se encontra.


Att,

Martin.

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
02/12/12 07:47 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
João,

Sou Servidora pública do Estado de Minas Gerais, lotada na Secretaria de Estado da Saúde. E sim, trabalhamos seguindo um planejamento que tem a ideologia empresarial. A proposta pprima pela excelência pois é norteado por um acordo de resultados, onde cada setor tem suas metas a cumprir. Minas Gerais

governa tentando aprimorar o diagnóstico de sua realidade, apontando suas forças, fraquezas e oportunidades e são indicadores vitais para uma empresa privada. ferramenta, que se tivesse sido apicada governamentalmente em todo país, não sofreríamos com os improvisos. Pasme, o maior problema de alguns setores está na resistência do servidor que não quer cumprir suas tarefas . A princípio , sem uma análise técnica ou de necessidades, pois precisamos de serviços de qualidade, com eficácia, eficiência e efetividade , em alguns casos produtividade. Sem traçar metas e construir indicadores, não tem como conseguir. E se olharmos com uma visão impessoal ,sem achar que servidor precisa ser privilegiado, a administração pública necessita das memsams ferramentas que motivam o trabalhador privado para produzir: Proposta de trabalho, equipamentos adequados, segurança, respeito, assiduidade, ambiência, capacitação, atualização e valorização. Esse último que tem sido também o gargalo.


João Batista Cavalcanti:
Tenho atuado como servidor público na área da educação no Estado de Pernambuco desde 1982, portanto já são 30 anos de serviços prestados como Servidor, estou aguardando completar a idade mínima de 55 anos para solicitar a minha aposentadoria em junho de 2014.
Sinto a necessidade de externar o meu pensamento sobre o processo de modernização por que passa a gestão pública no Estado de Pernambuco, o atual governador implantou um modelo de gestão baseado no monitoramento e avaliação por resultados de todos os setores da administração pública estadual; contratou serviços de consultoria privada para implantar um modelo de governança corporativa na gestão pública, onde são estabelecidas metas a serem atingidas pelos diversos setores da estrutura administrativa do Estado, este modelo de gestão têm sido questionado pelas instituições sindicais dos servidores públicos do Estado de Pernambuco, onde se observa que o atual governo estabeleceu um modelo de gestão empresarial para o serviço público.
Este modelo de gestão foi copiado da gestão do Estado de Minas Gerais, será que este modelo de gestão pública vai proporcionar a qualidade social dos serviços públicos ?
O Estado deve ser visto como um Empresa privada ? Estado e Empresa são sinônimos ?
É possível usar uma consultoria privada para implantar um modelo de gestão pública empresarial ?

São indagações que continuam presentes e precisam serem respondidas já.

Att,
João Batista Cavalanti
Limoeiro - PE

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
02/12/12 14:22 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
Sim, O modelo de Gestão Pública com metas e que está sendo implantado acredito que vai melhorar Sim os serviços públicos.

O impasse que está acontecendo e as diferenças entre empresa e estado é que na empresa o funcionário teme sua demissão e é fiscalizado em alguns casos por auditorias externas buscando programas de qualidade e produtividade para sua permanência no mercado, no caso Estado, é preciso algumas mudanças no contexto desta qualidade e produtividade, aí sim entra o modelo de gestão pública com participação privada. Que no meu ver ja´deveria estar sendo cobrada esta qualidade e produtividade em todo o território nacional, pois vejo ainda órgãos públicos que não tem interesse e que ainda não atualizaram o "sistema humano" na prestação destes e por isso tanta desigualdade social.

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
02/12/12 18:59 em resposta a Maria Izabel Pereira Braz.
Izabel, a consultoria que implantou o modelo empesarial na gestão pública do Estado de Pernambuco foi o INDG, nas Escola Estaduais são estabelecidas metas anuais a serem cumpridas por cada escola, e as escolas que alcançarem as referidas metas que foram estabelecidas no Contrato de Gestão anualmente, são contempladas com o BDE( Bônus de Desenvolvimento Educacional), onde somente as escolas que alcançam de 50% ou mais das metas fixadas recebem o BDE; mas nós servidores públicos da educação no Estado de Pernambuco, ainda continuamos recebendo o piores salários do Brasil.

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
02/12/12 19:02 em resposta a Martin Moreci Gomes Doninelli.
Martin, mas é preciso que o Estado ofereça condições dignas de trabalho com salários dignos, para que os seus servidores possam serem valorizados pelo trabalho que exerçam para a sociedade.

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
04/12/12 13:34 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
Prezada(o) participante do Diálogo Virtual da Parceria para Governo Aberto,

Nesta quarta-feira, dia 05 de dezembro, ao meio-dia (horário de Brasília), encera-se o prazo para a sociedade civil apresentar propostas de compromissos para o novo Plano de Ação do Brasil.

De acordo com o Manual do Diálogo Virtual, as propostas de compromisso devem:

- estar em harmonia com os princípios da Parceria para Governo Aberto
- se enquadrar em algum dos cinco desafios
- condizer com a realidade do sistema jurídico-administrativo brasileiro
- ser viáveis e
- se referir a ações cuja implementação seja da competência do Poder Executivo Federal, de abrangência nacional

Apenas propostas que atenderem minimamente todos os critérios acima mencionados seguirão para a próxima fase do Diálogo Virtual – redação de propostas – de 6 a 12/12/2012. Para mais esclarecimentos, recomendamos a leitura do Manual do Diálogo Virtual e dos tutorais que estão disponíveis na biblioteca da comunidade.


Contamos com a sua colaboração e agradecemos a sua participação,

Cordialmente,
Equipe Diálogo Virtual da Parceria para Governo Aberto

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
04/12/12 20:01 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
É muito importante a valorização do trabalhador da área de educação, pois são atores transformadores, de uma realidade de uma nação, onde se investe em educação, a nação cresce, em todos os setores,. para isto acontecer, é preciso profissionais capacitados e bem remunerados para atuar como atores de mudanças!!!

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
04/12/12 21:00 em resposta a DOUGLAS SIMIÃO SILVA.
Douglas, vamos torcer para que haja sensibilidade com a educação pública no Brasil.

RE: GESTÃO PÚBLICA x QUALIDADE SOCIAL
Resposta
06/12/12 03:14 em resposta a João Batista Cavalcanti Batista Cavalcanti.
Caro João, Martin e participantes,

Após passar por uma análise realizada pela equipe do Diálogo Virtual, esta proposta, da forma como foi apresentada, não seguirá para a próxima fase, pois não atende algum dos critérios mínimos para a elaboração de um compromisso no âmbito da Parceria para o Governo Aberto no Brasil, conforme os termos do Manual do Diálogo Virtual disponíveis na página 12, transcritos a seguir:

“As propostas apresentadas devem:
- estar em harmonia com os princípios da Parceria para Governo Aberto,
- se enquadrar em algum dos cinco desafios,
- condizer com a realidade do sistema jurídico-administrativo brasileiro,
- ser viáveis e
- se referir a ações cuja implementação seja da competência do Poder Executivo Federal, de abrangência nacional.”

No caso dessa proposta, além dela não se referir a ações cuja implementação seja da competência do Poder Executivo Federal, de abrangência nacional, ela foge ao escopo da Parceria Governo Aberto.

Contamos com a colaboração de vocês na próxima fase e agradecemos pela participação.

Cordialmente,
Equipe do Diálogo Virtual da Parceria para Governo Aberto