Propostas

1.7 Escolas de Gestão Pública para CCs ou Políticos

 

Proposta original (FAVOR NÃO ALTERAR ESSA REDAÇÃO AQUI. PUBLIQUE UM COMENTÁRIO ABAIXO, COM A NOVA REDAÇÃO)
 
1) Que compromisso deve ser assumido pelo Brasil no plano de ação da OGP?
Criar cursos de gestão pública para cargos de confirância e políticos, cursos oferecidos pelas faculdades do país inteiro que mostrem para essas pessoas como é o funcionamento da sua cidade, estado ou país durante o período que eles estejam trabalhando
2) Qual o objetivo desse compromisso? Quais os resultados esperados?
 
3) Para efetivar esse compromisso, quais atividades podem ser realizadas pelo Governo Federal?
 
4) Como verificar se esse compromisso foi cumprido?
 
5) Qual o tempo necessário para a efetivação do compromisso – curto, médio ou longo prazo?
 
 
Link para a mensagem original: http://edemocracia.camara.gov.br/web/acoes-ogp/forum-2/-/message_boards/view_message/1226367
 
NOVA PROPOSTA DE REDAÇÃO
 
1) Que compromisso deve ser assumido pelo Brasil no plano de ação da OGP?
Criação de cursos de gestão pública para cargos de confiança e cargos eletivos, garantindo-se a altos padrões de integridade profissional e a boa governança
 
2) Qual o objetivo desse compromisso? Quais os resultados esperados?



Primeiro objetivo seria capacitar o maior número possível desses cargos e num segundo momento tornar obrigatório aos ocupantes dos cargos citados a participação neste tipo capacitação ou a comprovação de qualificação similar por meio da apresentação de certificado.
Os resultados esperados são:
1 - A divulgação em site oficial da participação nesses cursos, caso ele não venha a ser obrigatório.
2 - Aprimorar o conhecimento de nossos gestores, com relação à organização administrativa de sua área, modos de captação de verba para projetos de interesse, princípios constitucionais, transparência governamental, responsabilidade fiscal;
3 - Melhoria da comunicação entre estes cargos e cargos administrativos;
4 - Maior eficiência na atuação do governo;
5 - Minimizar os riscos de atrasos no cumprimento de metas, assim como a perda de produtividade, pela necessidade de adoção de soluções de continuidade em função da falta de capacitação técnica dos gestores;


3) Para efetivar esse compromisso, quais atividades podem ser realizadas pelo Governo Federal?



Presidência da República - Incentivar a participação da população em cursos de capacitação em gestão pública por meio de campanhas de divulgação;
Ministério da Educação - criar junto às universidades do país, cursos de média duração específicos para capacitação em gestão pública com apoio do CAPES e CNPq.
Universidades - Através do formulário e de um curso padrão criado pelo MEC, cada universidade elabora um programa específico para sua região.
MPOG - Criar formulário para que pessoas que já estejam nesses cargos atualmente possam descrever quais são os temas que gostariam de ter explanados e construir plano de treinamento e desenvolvimento de pessoal, de modo a internalizar a prática da qualificação dos ocupantes de na política de gestão de pessoas do Governo Federal.
ENAP – Contribuir na elaboração de conteúdo, definição de formato e na operacionalização das ações de capacitação;
Portal da transparência - Divulgar em site oficial a participação dessas pessoas nos cursos, para que haja transparência das ações;
MEC - Criar formulário para avaliação do curso para que possam ser sugeridas novas demandas e também para que seja informado quantos projetos ou ações foram tomadas a partir do conhecimento que se adquiriu no curso.


4) Como verificar se esse compromisso foi cumprido?


A publicação por site oficial
Relatório resumindo as informações do primeiro formulário e do segundo também.
Levantamento da situação anterior e posterior à implementação do projeto quanto ao percentual de ocupantes de cargos em comissão e eletivos capacitados.
Regulamentação da obrigatoriedade da apresentação de certificado ou da participação no ciclo de capacitação proposto

 
5) Qual o tempo necessário para a efetivação do compromisso – curto, médio ou longo prazo?
 
Médio prazo: projeto político-pedagógico até final de 2013 e a efetividade da proposta em 3 ou 4 anos.
0 Anexos
4727 Visualizações
Média (2 Votos)
A média da avaliação é 5.0 estrelas de 5.
Comentários
Apoio essa proposta e tenho dúvidas se o aprimoramento da redação inclui respondermos os itens que não foram tratados na proposta. O mediador poderia esclarecer isso? e tenho outras dúvidas, pois tive propostas rejeitadas e entendi que era pq não detalhavam todos os itens, mas vendo essa proposta agora, não entendi pq foram rejeitadas
Postado em 08/12/12 12:39.
Enquanto aguardo a resposto do mediador, vai minhas sugestões:
corrigir a palavra confirância, penso que quis escrever: confiança
Se puder completar:
2) Objetivo: capacitação da gestão pública para o bom funcionamento político-administrativo, garantindo-se a altos padrões de integridade profissional e a boa governança.
3) Fomentar cursos de administração pública por meio das universidades brasileiras, como apoio do CAPES e CNPq
4) Relatórios de Gestão e Avaliação Universitária
5) médio prazo (projeto político-pedagógico até final de 2013)

Por último observo que é possível repensar essa proposta junto com a 2.22 e fazer uma proposta única, o que acham?
Postado em 08/12/12 13:00.
1) Que compromisso deve ser assumido pelo Brasil no plano de ação da OGP?

O compromisso pretendido é uso de conhecimento e tecnologia para melhoria da prestação de serviços públicos, através da criação de cursos de gestão pública para cargos de confiança e cargos eletivos.


2) Qual o objetivo desse compromisso? Quais os resultados esperados?

Primeiro objetivo seria capacitar o maior número possível desses cargos.
O resultado esperado é:
1 - A divulgação em site oficial da participação nesses cursos, caso ele não venha a ser obrigatório.
2 - Aprimorar o conhecimento de nossos gestores, com relação a organização administrativa de sua área, funcionamento dos 3 poderes, modos de captação de verba para projetos de interesse, princípios constitucionais;
3 - Melhoria da comunicação entre estes cargos e cargos administrativos
4 - Maior eficiência na atuação do governo;

3) Para efetivar esse compromisso, quais atividades podem ser realizadas pelo Governo Federal?

Ministério da Educação - criar junto as universidades do país, cursos de média duração específicos para capacitação em gestão pública.
Criação de formulário para que pessoas que já estejam nesses cargos atualmente possam descrever quais são os temas que gostariam de ter explanados.
Universidades - Através do formulário e de um curso padrão criado pelo MEC, cada universidade elabora um programa específico para sua região.
Portal da transparência - Divulgar em site oficial a participação dessas pessoas nos cursos, para que haja transparência das ações;
MEC - Criar formulário para avaliação do curso para que possam ser sugeridas novas demandas e também para que seja informado quantos projetos ou ações foram tomadas a partir do conhecimento que se adquiriu no curso.
Incentivar a participação nesses cursos;

4) Como verificar se esse compromisso foi cumprido?

A publicação por site oficial
Relatório resumindo as informações do primeiro formulário e do segundo também.

5) Qual o tempo necessário para a efetivação do compromisso – curto, médio ou longo prazo?

Efetivação da elaboração do curso poderia se dar em um ano. A efetividade da proposta em 3 ou 4 anos.
Postado em 10/12/12 09:59.
Olá a todos gostaria dedeixar minha colaboração:
1) Que compromisso deve ser assumido pelo Brasil no plano de ação da OGP?
Garantir capacitação técnica para aqueles que ocuparem cargos comissionados para evitar perdas e qualidade em projetos em curso
2) Qual o objetivo desse compromisso? Quais os resultados esperados?
Amenizar atrasos e cumprimentos de metas assim como perda de produtividade.

3) Para efetivar esse compromisso, quais atividades podem ser realizadas pelo Governo Federal?

4) Como verificar se esse compromisso foi cumprido?

5) Qual o tempo necessário para a efetivação do compromisso – curto, médio ou longo prazo?
Postado em 10/12/12 13:29.
Prezadas
Apoio as propostas apresentadas, mas está difícil de chegar em um redação única. A equipe de mediação poderia dar um apoio de sistematização?
Minha modesta contribuição vem no sentido de envolver a ENAP nesse processo, além de estabelecer que a realização dessa capacitação seja requisito obrigatório aos ocupantes dos cargos descritos.
Postado em 10/12/12 14:01 em resposta a Maria Izabel Pereira Braz.
Cara(o) participante,

Após análise do conteúdo da proposta por parte da Equipe do Diálogo Virtual OGP, destacamos abaixo alguns comentários e sugestões de aprimoramento para que a proposta se adeque ao que se espera de um compromisso da OGP:

- responder as questões orientadoras, com o objetivo de detalhar melhor o compromisso, apontar responsabilidades e atividades que deve ser realizadas.

Lembramos que somente as propostas que atenderem plenamente aos requisitos seguirão para a próxima fase, "Priorização das propostas".

Para que seja possível aprimorar a proposta em atendimento aos requisitos solicitados, é importante desde já trabalhar na sua redação.
A fase de redação termina no dia 12/12 ao meio-dia ( horário de Brasília). Propostas de redação enviadas próximo ao prazo final, não terão tempo suficiente para serem analisadas e, portanto, menor chance de seguir para a próxima fase.

Cordialmente,

Equipe do Diálogo Virtual OGP
Postado em 10/12/12 16:08.
Olá Telma,

esse é o momento de respondermos as questões orientadoras para a criação de compromissos para o Plano de Ação Brasileiro da OGP.

Caso tenha dúvida sobre propostas não aprovadas para essa fase, por favor, copie o link e explique essa situação nesse fórum: http://edemocracia.camara.gov.br/web/acoes-ogp/forum-2/-/message_boards?_19_mbCa­tegoryId=1163204

abs,
Cesar
Postado em 10/12/12 16:10 em resposta a Telma Regina de Paula Souza.
Pessoal,

para tentar facilitar a definição da redação da proposta, coloquei todas as respostas em cores diferentes, dessa maneira fica mais fácil comparar os textos.

As propostas de redação apresentadas pela Scheyla estão detalhando mais as respostas, enquanto as outras trazem aspectos mais gerais de implementação.

Vamos conversando, até dia 12/12, para conseguir definir qual texto contempla a todos.

abs,
Cesar
Postado em 10/12/12 16:18 em resposta a César de Lucca.
Acredito que parte das propostas que foram feitas para o item 1 pode ser aproveitada no objetivo e nos resultados. Faço aqui uma proposta de redação.

2) Qual o objetivo desse compromisso? Quais os resultados esperados?

Primeiro objetivo seria capacitar o maior número possível desses cargos e num segundo momento tornar obrigatório aos ocupantes dos cargos citados a participação neste tipo capacitação ou a comprovação de qualificação similar por meio da apresentação de certificado.
Os resultados esperados são:
1 - A divulgação em site oficial da participação nesses cursos, caso ele não venha a ser obrigatório.
2 - Aprimorar o conhecimento de nossos gestores, com relação à organização administrativa de sua área, funcionamento dos 3 poderes e 3 três esferas de governo, modos de captação de verba para projetos de interesse, princípios constitucionais, transparência governamental, responsabilidade fiscal;
3 - Melhoria da comunicação entre estes cargos e cargos administrativos;
4 - Maior eficiência na atuação do governo;
5 – Minimizar os riscos de atrasos no cumprimento de metas, assim como a perda de produtividade, pela necessidade de adoção de soluções de continuidade em função da falta de capacitação técnica dos gestores;
Postado em 11/12/12 11:44 em resposta a César de Lucca.
Cesar e demais colegas
Segue uma proposta para o item 3).

3) Para efetivar esse compromisso, quais atividades podem ser realizadas pelo Governo Federal?

Presidência da República - Incentivar a participação da população em cursos de capacitação em gestão pública por meio de campanhas de divulgação;
Ministério da Educação - criar junto às universidades do país, cursos de média duração específicos para capacitação em gestão pública com apoio do CAPES e CNPq.
Universidades - Através do formulário e de um curso padrão criado pelo MEC, cada universidade elabora um programa específico para sua região.
MPOG - Criar formulário para que pessoas que já estejam nesses cargos atualmente possam descrever quais são os temas que gostariam de ter explanados e construir plano de treinamento e desenvolvimento de pessoal, de modo a internalizar a prática da qualificação dos ocupantes de na política de gestão de pessoas do Governo Federal.
ENAP – Contribuir na elaboração de conteúdo, definição de formato e na operacionalização das ações de capacitação;
Portal da transparência - Divulgar em site oficial a participação dessas pessoas nos cursos, para que haja transparência das ações;
MEC - Criar formulário para avaliação do curso para que possam ser sugeridas novas demandas e também para que seja informado quantos projetos ou ações foram tomadas a partir do conhecimento que se adquiriu no curso.
Postado em 11/12/12 12:02 em resposta a César de Lucca.
Aqui vai minha proposta para complementar o item 4)

4) Como verificar se esse compromisso foi cumprido?

A publicação por site oficial
Relatório resumindo as informações do primeiro formulário e do segundo também.
Levantamento da situação anterior e posterior à implementação do projeto quanto ao percentual de ocupantes de cargos em comissão e eletivos capacitados.
Regulamentação da obrigatoriedade da apresentação de certificado ou da participação no ciclo de capacitação proposto
Postado em 11/12/12 12:06 em resposta a César de Lucca.
Uma nova redação para esta proposta no Plano de Ação OGP:
Democratizar o trabalho realizado pela ENAP em todo o territorio nacional, oportunizando aos servidores públicos municipais e estaduais, a realização de cursos de gestão pública para os servidores que exerçam função de gestores públicos.
Postado em 11/12/12 22:00.
Pessoal,
atualizei a redação da proposta acolhendo a síntese feita pelo Helder.
Parabéns a tod@s!
abs
César
Postado em 12/12/12 12:32 em resposta a João Batista Cavalcanti.
Car@s participantes do Diálogo Virtual,

Esta proposta, da forma como foi apresentada, seguirá para a próxima fase do Diálogo Virtual, denominada "Priorização de propostas", pois atende aos critérios estabelecidos pela Parceria Governo Aberto:

“As propostas apresentadas devem:
- estar em harmonia com os princípios da Parceria para Governo Aberto,
- se enquadrar em algum dos cinco desafios,
- condizer com a realidade do sistema jurídico-administrativo brasileiro,
- ser viáveis e
- se referir a ações cuja implementação seja da competência do Poder Executivo Federal, de abrangência nacional.”

A fase de priorização de propostas acontecerá entre 13 e 17/12, com horário de início e término sempre ao meio dia (horário de Brasília). Nessa etapa final, cada participante distribui até 25 pontos entre as propostas que considerar mais relevantes, sendo no máximo 5 pontos por proposta.

Contamos com sua colaboração e participação,

Cordialmente,
Equipe Diálogo Virtual
Postado em 12/12/12 13:06 em resposta a César de Lucca.
Prezados. Gostaria de incluir tópico no item "3", conforme abaixo:

Ministério da Educação
- criar junto às universidades do país, cursos de média duração específicos para capacitação em gestão pública com apoio do CAPES e CNPq.
- criar junto às universidades do país, cursos de média duração para formação e capacitação de cidadãos comuns no exercício de conselheiro municipal.
- criar junto às universidades do país, bolsas de estudo (pesquisa) para estudantes sobre gestão pública.
Postado em 12/12/12 16:23.