Notícias

Resposta da Dep. Manuela D'ávila sobre a Pec do Trabalho escravo

Resposta da Dep. Manuela D'ávila sobre a Pec do Trabalho escravo

Comentários
Resposta insatisfatória. Tenho ainda duas dúvidas que realmente espero serem respondidas e não contornadas com assertivas vazias do tipo: "Pois não houve consenso entre líderes partidários" motivo que não consiste justificativa e só evidencia a morosidade e desorganização do nosso processo legislativo. Pois bem, minhas dúvidas são: Os deputados podem procrastinar a votação por tempo indeterminado de acordo com sua vontade ou há um tempo máximo de intervalo que deve ser respeitado entre primeiro e segundo turno de votação? Faço tal questionamento, pois já fazem "alguns" anos que essa PEC tramita no congresso. Minha segunda indagação é: existe um tempo máximo de intervalo entre sessões de votação de emendas ou os srs. deputados são os que decidem por livre e espontânea vontade quando vão votar ou não as emendas que lhes convenham?
Agradeço como cidadão brasileiro, e tenho certeza que posso sem risco fazê-lo em nome de muitos, à Dep. Manuela D'Ávila por ter respondido à pergunta de um integrante da comunidade. Espero que a Sra. Deputada dê continuidade a esse excelente hábito e responda também as minhas perguntas.
Obrigado.
Postado em 08/10/11 15:41.