Compartilhe esta Comunidade
Conhecendo e melhorando o e-Democracia

Conhecendo e melhorando o e-Democracia

Essa comunidade tem por objetivo explicar o funcionamento do portal e-Democracia, apresentar estatísticas e estudos sobre o mesmo e também discutir oportunidades de aprimoramentos em nossa plataforma de participação.

Sobre a comunidade

Ajude-nos a aprimorar o e-Democracia! Por meio desta comunidade, você pode sugerir alterações e melhorias à plataforma.

Elogios, críticas, sugestões, depoimentos... todos os comentários são bem-vindos!


 

Fórum

transparência do site

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
transparência do site
Resposta
19/07/11 23:47
Gostaria de saber se todo o conteúdo postado no site se torna conhecido por todos os congressistas ?
Pois é de grande interesse da população que suas mensagens sejam realmente lidas e levadas em consideração, para que dessa forma eles não pensem que o povo brasileiro está cego diante de tudo que está acontecendo no pais.

RE: transparência do site
Resposta
21/07/11 17:59 em resposta a VJ Jordan.
Caro VJ Jordan,

Fazer chegar aos deputados as contribuições dos participantes deste portal é o principal foco da equipe e-Democracia. Preparamos relatórios temáticos periódicos e encaminhamos aos parlamentares. Vamos, a partir desse segundo semestre, intensificar esse processo. Acompanhe.

De qualquer forma, estamos abertos a qualquer sugestão para melhorarmos o trabalho.

Agradecemos o interesse.

Equipe e-Democracia

RE: transparência do site
Resposta
27/06/12 15:55 em resposta a Equipe e-Democracia.
Acredito até que a equipe tenha boa intenção. Não acredito é que os parlamentares se interessem em ouvir o que o povo (seus eleitores) tem a dizer e fazer algo em beneficio da população. Não basta ficar discutindo e elaborando leis. As leis tem que servir ao povo. Tem que ser práticas. Algumas leis são criadas mas não regulamentadas e ai não servem ao seu proposito. O Parlamentar necessita inteirar-se de que que o povo necessita e não só o que dizem e acham os seus correligionários, na grande maioria "puxa-sacos" esperando uma boquinha para "mamar" nas tetas do governo, mantido pelos impostos que pagamos.