Exportação de Dados do Fórum

Fórum

Nova democracia direta

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
Mostrando 1 - 20 de 26 resultados.
de 2
Nova democracia direta
Resposta
31/07/13 01:48
Argumentos
1 - Necessidade de participação na política
A necessidade de maior participação do cidadão na política é notável. Parte do descrédito que se dá na política e essencialmente nos políticos é baseado no próprio desconhecimento da posição política que cada um possui. Todos nós somos sócios da mesma empresa chamada Brasil, daí sociedade.

2 - Necessidade de capacidade de autocrítica e a educação formal
Não é verdade que pessoas com menor grau de instrução não tem condição de serem atores políticos com embasamento. Entretanto é claro que suas capacidades são limitadas. O bom uso da língua falada ou escrita é fundamental para a sustentação de teses e argumentos.
A noção de que cada um é um ator político é importante e é suprimida pelos meios de comunicação, pela educação formal e de certa forma até pelo próprio estado. O atual sistema eleitoral, por exemplo, com inúmeros deputados candidatos cria uma situação onde a capacidade de diálogo fica suprimida.

3 - Mundo atual versus Inclusão tecnológica
O mundo atual possui ferramentas impressionantes para a política como o Facebook, Twitter e YouTube, celulares (smartphones).
O portal e-democracia também só existe devida evolução tecnológica. A evolução é constante e implacável acelerando a exclusão digital assim como a escrita criou o analfabetismo.
Pessoas mais idosas ou mesmo sem conhecimento em tecnologia, hoje, são de certa maneira analfabetos

Conclusão

1 - Um sistema eleitoral baseado em distritos promove a aproximação entre o eleitor e o candidato que tem como consequência uma maior participação política do cidadão.

2 - O uso de ferramentas tecnológicas amplia a capacidade das campanhas de forma mais democrática. Um político pode agendar via SKYPE um bate-papo com o eleitor. Ou um batepapo ao vivo com ferramentas próprias

Minha idéia

Uma ideia que defendo é a de que os legisladores (vereador, deputado e senador) não tenham a possibilidade de construir projetos de leis sozinho.
Qualquer eleitor de um determinado distrito poderia montar um projeto com auxílio do legislador responsável.
Este projeto teria que ser aprovado pelos eleitores do distrito em algum percentual, através de abaixo assinado físico e/ou eletrônico.
Após isto este projeto poderia ser posto para votação de todos os legisladores do âmbito em questão.

Gostaria de ler considerações a respeito.
Obrigado

RE: Nova democracia direta
Resposta
01/08/13 19:06 em resposta a Tiago Ans.
Vi este vídeo que achei interessante para ser pensado.


RE: Nova democracia direta
Resposta
01/08/13 21:07 em resposta a Tiago Ans.
Sim, a democracia líquida é provavelmente o futuro da democracia, mas ela ainda está muito crua e precisa ser aprimorada.

O melhor lugar para se fazer um laboratório de testes da democracia líquida seriam os municípios, mas curiosamente são os espaços menos democráticos do Brasil.

RE: Nova democracia direta
Resposta
01/08/13 22:26 em resposta a Adriano A.
Adriano também vejo como uma tendência.

Cada vez mais o sistema democrático incluirá ferramentas colaborativas e modelos de mídias sociais para isto.
Sou programador e participei de um projeto que não foi para frente chamado Plataforma de Serviço ao Cidadão. Esta plataforma é utilizada por algumas cidades ao longo do mundo mas não no Brasil.

Neste sistema uma rede social de cidadãos de um município participam, podendo solicitar serviços públicos, fazer denuncias e ter dados transparentes dos município. Nada impede de ter isto em nível do estado ou da federação. E nada impediria de ter a delegação dinâmica dos votos para prover a democracia líquida.

Mas a inclusão digital esbarra nisto. Os reacionários manteriam um sistema em que a educação não é relevante (como já é hoje).

Acho que o modelo que propus é quase uma democracia direta. O que vejo de mais relevante é que todos fazem efetivamente parte deste jogo o que promoveria um ciclo virtuoso para promoveria o bem estar e o convívio em grupo.

RE: Nova democracia direta
Resposta
02/08/13 02:16 em resposta a Tiago Ans.
Oi Josenildo, você tem razão.

O que estou propondo é que os projetos de lei sejam eleitos por todos e qualquer um povo bolar projetos.
O legislador pararia de ter autonomia para fazer um projeto sozinho.
Mas a aprovação dos projetos seria feito pelos legisladores.

Então teria uma parte inicial de democracia direta.
Mas depois seguiria com a representação.

Eu acho que a Democracia direta é muito para o Brasil de hoje.
Acho também que desta maneira que desta maneira trilharíamos uma estrutura para que nossos filhos ou netos possam tornar o Brasil uma democracia direta.

RE: Nova democracia direta
Resposta
02/08/13 05:10 em resposta a Tiago Ans.
gostei é exatamente isso que o voto distrital faz aproximar o eleito do eleitor , ja que vc sabe exatamente a quem deve recorrer se tiver uma ideia , ou reclamacao , independente se tenha votado no eleito ou nao.

RE: Nova democracia direta
Resposta
02/08/13 21:53 em resposta a Tiago Ans.
Acho que o modelo baseado em rede social é o que melhor se aproxima de uma boa democracia líquida. Ela também iria considerar a linha do tempo de cada eleitor, o que ele propôs, o que ele aceitou, o que não aceitou, a quantidade e a qualidade de suas participações, com que repreesentante ele tem mais afinidade, com que partido ele tem mais afinidade, etc.

A democracia líquida pode e deve ficar muito mais complexa do que uma simples enquete.

RE: Nova democracia direta
Resposta
02/08/13 22:43 em resposta a Adriano A.
o problema deste sistema é que mais da metade da população não usa rede social... meus pais e avós por exemplo não votariam... nem minha sogra e sogro... qual a representatividade de um sistema pela internet num país e num tempo onde não somos 100% conectados?

RE: Nova democracia direta
Resposta
02/08/13 23:59 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
A democracia líquida não é substituta da representativa, é um complemento dela, e pode ser muito útil dependendo de como é implementada.

Acho que falta algum tipo de encontro mundial onde podem ser discutidas novas ferramentas para o sistema.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 00:32 em resposta a Tiago Ans.
mas o que vocês acham desta parte?

"
Minha idéia

Uma ideia que defendo é a de que os legisladores (vereador, deputado e senador) não tenham a possibilidade de construir projetos de leis sozinho.
Qualquer eleitor de um determinado distrito poderia montar um projeto com auxílio do legislador responsável.
Este projeto teria que ser aprovado pelos eleitores do distrito em algum percentual, através de abaixo assinado físico e/ou eletrônico.
Após isto este projeto poderia ser posto para votação de todos os legisladores do âmbito em questão.

Gostaria de ler considerações a respeito.
Obrigado
"

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 00:37 em resposta a Tiago Ans.
pq não usam o plebiscito e o referendo... é bem mais simples e já existe... nos EUA as pessoas não votam somente nos candidatos... mas também em várias leis e em outros cargos... é tão mais simples e direto que sistemas complexos e mirabolantes...

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 01:00 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Ouvi falar que alguns países, não sei se o EUA, tem plebiscito/referendo durante as eleições.
É sobre isto que se refere?

Parece interessante.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 01:24 em resposta a Tiago Ans.
no Estados Unidos eles também votam nas leis... inclusive um dos setores mais fortes são os aposentados... com o maior indicie de votação e aprovação das leis que os interessam...

Existe até um episódio muito engraçado de Os Simpsons que mostra o sistema de votação em leis de interesse público... no fim os idoso aprovam um toque de recolher para todos os abaixo de 60 anos... daí a noite só ficam os velhos na rua brincando no final... tudo isto pq o Homer não foi votar...

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 02:45 em resposta a Tiago Ans.
Tiago Ans:
mas o que vocês acham desta parte?

"
Minha idéia

Uma ideia que defendo é a de que os legisladores (vereador, deputado e senador) não tenham a possibilidade de construir projetos de leis sozinho.
Qualquer eleitor de um determinado distrito poderia montar um projeto com auxílio do legislador responsável.
Este projeto teria que ser aprovado pelos eleitores do distrito em algum percentual, através de abaixo assinado físico e/ou eletrônico.
Após isto este projeto poderia ser posto para votação de todos os legisladores do âmbito em questão.

Gostaria de ler considerações a respeito.
Obrigado
"


A ideia da democracia líquida não é condicionar os PLs à uma aprovação popular, e sim a ideia da população "puxar" para si mesmo a responsabilidade quando achar necessário, em resumo seria:

Se você concorda -> não faz nada
Se você discorda -> você assume a responsabilidade

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 02:50 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Rafael Marzall Zanotto:
pq não usam o plebiscito e o referendo... é bem mais simples e já existe... nos EUA as pessoas não votam somente nos candidatos... mas também em várias leis e em outros cargos... é tão mais simples e direto que sistemas complexos e mirabolantes...


A decisão de se fazer um referendo ou plebiscito é uma decisão de dentro para fora (a câmara precisa aprovar), na democracia líquida a decisão de aprovar ou não alguma coisa é por sua própria iniciativa (de fora para dentro).

Se você discorda de algo, você simplesmente assume o comando e se manifesta na hora que quiser, ninguém precisa perguntar para você se você concorda ou não, são abordagens diferentes.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 03:18 em resposta a Tiago Ans.
Acho que eu criei confusão colocando o vídeo sobre democracia líquida.
Ele não tem relação com o que propus no início.
Apenas citei como um tema interessante para debate mas NÃO relacionei a ele.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 04:44 em resposta a Tiago Ans.
Oi Josenildo.
Me desculpe se pareci confuso.

Minha idéia é assim
Um distrito teria um legislador responsável votado democraticamente.
Qualquer cidadão deste distrito pode propor um projeto de lei que pode ser restrito ao âmbito distrital ou não.
Este projeto deve ser aprovado por todos os habitantes do distrito.

Se o projeto for do âmbito distrital, ele está aprovado, sem mais considerações.
Mas se o projeto for de um âmbito maior (digamos federal), o projeto deve ser aprovado pelos outros legisladores.


Como seria isso, o povo iria ajudar o legislador a fazer um projeto?
Sim

Qual a diferença disso se no final das contas a aprovação dos projetos seria feita pelos legisladores?
A diferença é que o envolvimento político da população seria muito maior do que o de hoje.
Mais cidadãos participariam da política.

Você está confundindo Democracia Direta com Democracia representativa.
Não consegui detectar a confusão.
Democracia direta: todos fazem parte do processo político criando e votando projetos.
Democracia representativa: representantes são definidos. Os representantes criam e votam projetos.
Não é isso?


Não compreendo como você aborda um tema intitulado "Nova democracia direta" e diz: "Eu acho que a Democracia direta é muito para o Brasil de hoje."
Você tem razão, o tema não foi bem definido.

Permita-me discordar de você, eu acho que o povo está sim preparado e que o sistema atual não está funcionando, o povo não se sente representado nem pelos políticos nem pelos partidos e o recado das RUAS está dizendo isso.
Eu disse que acho que não estamos preparados para a democracia direta.
Pensei sobre suas críticas. O que quero dizer é que acho que o Brasileiro em geral não é politizado e isto poderia ser daninho para a democracia direta. Mas acho que estou errado. Não faz diferença.

A propósito, você é a favor ou contra a Democracia Direta?
Favorável.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 08:01 em resposta a Tiago Ans.
Tiago,
Gostaria muito que a maioria da nossa população pensasse como você, mas sabemos que pessoas interessadas e participativas em assuntos públicos são minoria em nosso país. O que mais leio e ouço são pessoas pedindo o fim do voto obrigatório, inclusive essa é uma das idéias com maior pontuação aqui no "Sugira e vote em idéias" dessa comunidade. E você mesmo em outro tópico deste fórum lamenta a falta de participação popular aqui.
Você acha mesmo que essa população que pede o fim do voto obrigatório, ou seja, não quer nem decidir quais serão seus representantes está apta pra atender essa sua proposta? eu acho que não, infelizmente.
Acho que hoje temos que focar na melhoria e aprimoramento da nossa Democracia Representativa atual para daqui uns anos com uma sociedade mais participativa, evoluirmos para uma proposta mais abrangente como a sua.
Como o Rafael citou, podemos reivindicar ao Congresso que mais decisões seja submetidas à consulta da popular através de Plebiscitos e Referendos. Já seria um start para uma participação mais ativa da população em decisões importantes para garantir nossos direitos sociais.

RE: Nova democracia direta
Resposta
03/08/13 17:13 em resposta a Tiago Ans.
Sugestão para uma democracia mais ampla seria a AUTOGESTÃO ou DEMOCRACIA PARTICIPATIVA DIRETA, conforme está no link destacado neste texto.

Por favor leiam e avaliem.

RE: Nova democracia direta
Resposta
04/08/13 13:48 em resposta a Tiago Ans.
Todo reino subdividido contra si mesmo não susbsiste. Se por algum acaso uma grande implantação desta não der certo será o caos.
Também gostaria de saber como as pessoas mais pobres sem acesso à internet e à tecnologia irão participar, porque se uma parcela muito grande não vota, há desigualdade de opiniões.
Por acaso você já vivenciou um dia uma, semana, um mês na câmara dos deputados? Vai ver que o tempo todo estão tomando decisões. Se por acaso essa implantação fosse feita como pessoas que realmente trabalham médicos, professores com 60 horas pais de família, donas de casa que chegam do trabalho e ainda vão cuidar ainda da casa, vão ficar atrás de tomar decisões para o país?
Já que vai mudar a representitividade e não os poderes que são hierárquicos, podemos ser vítimas de golpes, sim porque ficar inteirados de todo o assunto antes de simplesmente clicar em sim ou não, teremos muitos cliques de pessoas que "acham" sobre os asuntos.
Meu amigo isso não é tão simples assim, veja o BBom e o Telexfree. Gostaria que as pessoas que dessem a opiniões sobre a reforma política tivessem os pés mais no chaõ.
Essa representatividade poderia ser feita por um simples canal que fosse realmente valorizado e desse ouvidos ou público, diminuir o salário dos deputados, que eles se aposentassem pelo INSS, exigiríamos propostas na área da saúde.
Se formos nós mesmos nos representar quem fará as propostas, elas tem que ser muito bem elaboradas, numa linguagem culta acessível de serem cumpridas, que não comprometa outros processos, enfim.
Meu amigo a estruturação do novo modelo tem que ser o primeiro passo e não o último para não haver um cãos.
Quantos anos você tem Josenildo?


Josenildo Beserra:
O que é Democracia Direta ou Democracia Pura?

Todo mundo vai votar nas ideias e projetos, todo o povo terá o direito de votar diretamente nas propostas. Eles representam você? O sistema atual lhe representa?

Etapas do processo de mudança.
1º -Os 513 deputados serão cidadãos com todos os direitos e deveres, mas não serão mais nossos representantes.
2º -O povo é que vota, aprova ou desaprova diretamente as propostas e projetos.
3º - A implantação do novo modelo terá muitos desafios, não vai ser muito fácil, mas é possível e necessário.
4º - Estruturação do novo modelo
Enquanto o sistema representativo estiver aí, a corrupção também vai estar.
Essas idéias foram retiradas do vídeo “Democracia Direta” de Tom Martins, com adaptação. O Livro Democracia Pura do Prof. J. Vasconcelos é referência principal desse tema.
Informações mais detalhadas no site: democraciapura.com.br

Mostrando 1 - 20 de 26 resultados.
de 2