Exportação de Dados do Fórum

Fórum

Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
Mostrando 41 - 57 de 57 resultados.
de 3
RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
05/08/13 21:30 em resposta a Diego Rodrigues.
Nas eleições tem muito ASPONE...

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
05/08/13 22:48 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Nao me entenda mal , nao quero eleicoes tudo de uma vez , seria pessimo . como eu disse e vc explanou melhor , pra existir uma eleicao por ano , teriamos que mudar o jeito de fazer eleicao, o que nao pode 'e parar as cidades todo ano pra fazer eleicao , assim como nos EUA , ninguem para de trabalhar pra ir votar , vota quando da , ou manda a cedula por correio ( que eu acho horrivel, e nao quero isso). Mas ainda acho que temos a chance de educar as pessoas para que tenham vontade de participar mais , nao simplesmente dizer , quem tem interesse vai e vota . pq se tivermos eleicoes todo ano , politica vai se tornar algo bem corriqueiro , mas ao ponto das pessoas nao ligarem mais para politica , e politica feito so por alguns , nao vejo muita validade.
E nao , nao podemos comparar administracoes americanas e brasileiras , sao realidades e historias diferentes , e sim eles tem um monte de problemas tambem , a burocracia e enorme tambem , mas as pessoas sao apaticas em tratar de problemas do dia a dia , mas se o assunto e aborto , armas ou casamento gay , todos tem uma opniao.

Vc viu o ultimo video do Vacarezza ?parece que ele ta olhando, sei nao

e adicionei vc la no face.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
05/08/13 23:02 em resposta a Diego Rodrigues.
voto pelo correio ou pela internet não tem como... aí sim vai ser compra de voto correndo solto...

claro que eles tem problemas... muitos até...

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
05/08/13 23:08 em resposta a Diego Rodrigues.
Aqui no RS se discute política todo o dia... e nem por ser corriqueiro se perde o interesse... até é um de nossos principais problemas... é muita discussão política... e fica muito polarizado... o que vejo que esta acontecendo no país com PT x PSDB... isto não é bom...

Dá uma olhada neste Link... é do programa Polêmica... que vai ao ar de seg-sex das 9h30-11h na rádio mais importante do estado...

Tinha criado um página no Face para compilar minhas ideias... mas esta faltando tempo... e depois que abriu este portal...

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
05/08/13 23:10 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
o Brasil precisa de poderes separados, mas harmônicos... só assim poderemos avançar muito mais rápido...

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
06/08/13 19:50 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Também apoio o fim das reeleições e eleição geral a cada 5 anos para os Poderes Executivo e Legislativo de todos os entes federados.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
06/08/13 20:01 em resposta a Vinicius Artuzi.
Vinicius Artuzi:
Também apoio o fim das reeleições e eleição geral a cada 5 anos para os Poderes Executivo e Legislativo de todos os entes federados.


Vinicius,

Eu não apoio as eleições gerais!!!

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
06/08/13 20:02 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Sim mas acho que um dos pontos das manifestacoes , é que o povo esta cansado de politica, colocar eleicoa todo ano , só piora este sentimento de que politico não trabalha , e de fato ficará sempre uma certa expectativa do ano que vem , e esta expectativa é que trava os poderes, temos a ideia do poder pelo poder enraizada na politica. e este sistema acho que só agrava a ideia , mesmo que o sujeito nao concorra para tal cargo ele faz campanha para outro do mesmo partido . Na verdade acho que é isso que me encomoda , o pais vai viver em constante campanha eleitoral .
ainda acho que poderiamos fazer 2 eleicoes no mesmo ano no começo do ano para nivel municipal e estadual , e outra em outubro para nivel nacional. voce da tempo de 4 anos realmente de governo.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
08/08/13 23:51 em resposta a Rafael Marzall Zanotto.
Rafael Marzall Zanotto:
Eleições Gerais será horrível para o país... ainda vai ter um energúmeno que... depois de aprovado as eleições gerais... vai propor voto em lista fechada geral... de vereador até o presidente... com a suposta ideia de simplificar as eleições... daí vai dar M!!!



Para melhor esclarecer a proposta, ela objetiva juntar as eleições municipais com as estaduais e federais e NÃO propõe unificar o voto em lista ou seja como for, o voto deve permanecer livre e independente, como atualmente é. E essa proposta também NÃO É incompatível com a proposta da LEI DO RECALL porque se pode fazer o recall durante a votação dos plebiscitos e referendos, que precisam ocorrer mais frequentemente. De fato, precisamos de mais democracia e o momento das eleições dos representantes do povo é um dos momentos mais importantes da democracia, mas devemos avançar. A participação dos cidadãos na democracia deve ir além da participação dos eleitores na hora do voto. Essa reforma política deve ir além dos aspectos eleitorais. É preciso que se aperfeiçoem as eleições no Brasil, mas também é necessário que se amplie a participação dos cidadãos no planejamento, implementação, controle e fiscalização das políticas públicas. A problemática do sistema político brasileiro é muito ampla e essa proposta visa ajudar em parte do problema. Além dos aspectos eleitorais é preciso que se pense também em como tornar a administração pública mais permeável à participação dos cidadãos. Quanto ao momento da eleição em si, é bem verdade que se deve escolher os melhores candidatos para representar o povo, mas é de fundamental importância que as propostas, projetos e programas sejam os principais pontos a serem debatidos durante as eleições. É necessário que se amadureça o processo do debate político para que as propostas sejam mais consideradas que o carisma pessoal individual. Também é verdade que os contextos locais e regionais não podem ser desvalorizados em razão do contexto nacional, mas todos eles estão integrados. De fato, ninguém melhor do que quem é do local para saber dos problemas locais. Mas nas eleições se pode escolher quem é o melhor para a cidade, quem é o melhor para o estado e quem é o melhor para o país, mesmo que sejam de partidos diferentes.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
09/08/13 00:08 em resposta a Luiz Roberto Da Costa Jr..
Só tenho uma ressalva: a reeleição para o legislativo ficaria limitada a dois mandatos consecutivos.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
26/08/13 05:23 em resposta a Luiz Roberto Da Costa Jr..
Proposta: Coincidência das Eleições em 2020, realizadas ao mesmo tempo em nível Federal, Estadual e Municipal, com 5 anos de mandato para todos os cargos do Executivo e do Legislativo; e o estabelecimento da realização regular e periódica de consultas aos eleitores (plebiscitos, referendos e recalls) no mínimo 1 vez no meio dos mandatos. 2014: Eleição para Presidente, Governador, 1/3 do Senado, Deputado Federal e Deputado Estadual, com todos os eleitos em 2014 tendo mandato até 31 de dezembro de 2020; 2016: Eleição para Prefeito e Vereador, com todos os eleitos em 2016 tendo mandato até 31 de dezembro de 2020; 2018: Eleição para 2/3 do Senado, com todos os eleitos em 2018 tendo mandato até 31 de dezembro de 2025; 2020: Eleição para Presidente, Governador, Prefeito, 1/3 do Senado, Deputado Federal, Deputado Estadual e Vereador, com todos os eleitos em 2020 tendo mandato até 31 de dezembro de 2025; 2025: Eleição para Presidente, Governador, Prefeito, todos os 3 Senadores de cada Estado, Deputado Federal, Deputado Estadual e Vereador, com todos os eleitos em 2025 tendo mandato até 31 de dezembro de 2030. E realizar periodicamente consultas aos eleitores (plebiscitos, referendos e recalls), regularmente sempre no meio dos mandatos de cinco anos (dois anos e meio depois das eleições) e, excepcionalmente, também poder realizar essas consultas aos eleitores em outras ocasiões: junto com as eleições ou, no caso de questões regionais ou locais, também em outros momentos.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
19/08/13 06:39 em resposta a Coincidência das Eleições em 2020.
Caso haja uma hipotética coincidência das eleições municipais com as eleições estaduais e federais, 2020 é o ano mais indicado para se coincidirem as eleições porque, ao se propor um mandato excepcional de 2 anos para se coincidirem as eleições, tem-se que o primeiro ano dos mandatos é sempre regido pelo orçamento que foi elaborado pelo mandato anterior; e no último ano dos mandatos se tem as necessárias limitações da administração pública determinadas pela lei eleitoral para que se evitem os usos eleitoreiros dos recursos públicos e das ações governamentais; então, no caso de mandatos de 2 anos, as novas gestões não teriam como trabalhar plenamente para implementar as políticas públicas necessárias para atender às demandas dos cidadãos. Sendo, então, um mandato excepcional de 6 anos uma opção melhor para se coincidirem as eleições, é mais indicado que esse mandato de 6 anos seja em nível estadual e federal, pois, se uma administração municipal é complexa, uma administração estadual e a administração federal são mais complexas ainda e muitas políticas públicas demandam muito tempo para serem implementadas. Por isso se propõe que, excepcionalmente, os mandatos dos eleitos nas eleições estaduais e federais de 2014 sejam de 6 anos, para que o fim desses mandatos estaduais e federais coincidam com o fim dos mandatos municipais de 4 anos dos eleitos nas eleições municipais de 2016 e, dessa forma, em 2020, se coincidirão as eleições em nível municipal, estadual e federal. Ao se coincidirem as eleições, todos os cargos do executivo e do legislativo, seja em nível municipal, estadual ou federal, poderão passar a ter o mesmo tempo de mandato: 5 anos.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
03/09/13 20:05 em resposta a Diego Rodrigues.
Diego,a ideia de juntar as eleições em um só periodo pode ser muito dificultoso para as pessoas na hora de votar.Da forma que está hoje já tem milhões de votos nulos por não saberem votar,imaginar agora o cidadão ter que votar 7 vezes numa urna.A votação vai ter que começar uma semana antes das eleições.então Diego,esse método de colocar as eleições num mesmo será muito prejudicial para as pessoas que tem dificuldades na hora de votar.abração irmão...

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
03/09/13 22:40 em resposta a Davi dy camargo.
Nao defendo eleições gerais , ja defendi .
O que acredito que seria melhor para o Brasil no momento é 2 eleições , a cada dois anos , uma para presidente , senadores , e deputados federais , com mandato de 4 anos , outra para governadores e deputados estaduais. E cada município fica livre para decidir o tempo de mandato e quando da eleição . Eu particularmente colocaria mundo com eleições estaduais.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
04/09/13 06:34 em resposta a Davi dy camargo.
No caso da hipótese de se coincidirem as eleições, na hora do voto apenas se acrescentaria ao que já acontece atualmente o voto no candidato a prefeito e o voto no candidato a vereador. Em 1950, no tempo do rádio e do voto escrito na cédula de papel, já aconteceu no Brasil eleições gerais, de presidente a prefeito, de senador a vereador. Se em 1950 houve essa coincidência das eleições, atualmente, com o voto eletrônico, o avanço da informática e o desenvolvimento dos meios de comunicações, há mais condições ainda.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
09/09/13 13:54 em resposta a Luiz Roberto Da Costa Jr..
O fim da reeleição é importante para o Brasil, mas num país como o nosso ter somente eleições gerais a cada 5 anos, acarretará em esquecimento por parte da população do exercício da cidadania, que já é bem débil, acho importante continuarmos tendo eleições de tempos em tempos, até poque temos muitos ladroes ainda estão no poder e estes poderão usar a fragilidade do povo que muitas vezes não exerce a cidadania, para engana-los a cada cinco anos.

RE: Fim da Reeleição e Eleições Gerais a cada cinco anos
Resposta
12/09/13 05:32 em resposta a Radson Deyves Coelho.
Sobre a duração dos mandatos: atualmente, com um mandato de 4 anos e com eleições em todo o país de 2 em 2 anos, a administração pública praticamente para de 2 em 2 anos e apenas se administra plenamente 1 ano, pois no primeiro ano o orçamento foi elaborado pelo mandato anterior e no segundo e no quarto anos se tem as necessárias limitações determinadas pela legislação eleitoral para se evitar o uso eleitoreiro dos recursos públicos e das ações governamentais.

Quanto aos eleitos que não venham a atender às demandas de seus eleitores, é de fundamental importância que se institua o RECALL para que se possam substituir a qualquer momento os eleitos que não estejam atendendo às demandas de seus eleitores, além de ser necessário, também, que se estabeleça em lei o fortalecimento dos mecanismos permanentes de fiscalização e controle dos agentes públicos por parte dos cidadãos, e a criação de novos mecanismos neste sentido, bem como se deve tornar a administração pública cada vez mais permeável à participação dos cidadãos no planejamento, execução, controle e fiscalização das políticas públicas a fim de se criar e fortalecer os meios que permitam uma cultura de participação dos cidadãos na administração pública.

Por isso se propõe: Coincidência das Eleições em 2020, realizadas ao mesmo tempo em nível Federal, Estadual e Municipal, com 5 anos de mandato para todos os cargos do Executivo e do Legislativo; e o estabelecimento da realização regular e periódica de consultas aos eleitores (plebiscitos, referendos e recalls) no mínimo 1 vez no meio dos mandatos.

Para se coincidirem as eleições municipais com as eleições estaduais e federais se propõe: em 2014: Eleição para Presidente, Governador, 1/3 do Senado, Deputado Federal e Deputado Estadual, com todos os eleitos em 2014 tendo mandato até o fim de 2020; em 2016: Eleição para Prefeito e Vereador, com todos os eleitos em 2016 tendo mandato até o fim de 2020; em 2018: Eleição para 2/3 do Senado, com todos os eleitos em 2018 tendo mandato até o fim de 2025; em 2020: Eleição para Presidente, Governador, Prefeito, 1/3 do Senado, Deputado Federal, Deputado Estadual e Vereador, com todos os eleitos em 2020 tendo mandato até o fim de 2025; e em 2025: Eleição para Presidente, Governador, Prefeito, todos os 3 Senadores de cada Estado, Deputado Federal, Deputado Estadual e Vereador, com todos os eleitos em 2025 tendo mandato até o fim de 2030.

E, no caso de, hipoteticamente, se coincidirem as eleições, com mandatos de cinco anos para todos os cargos, também é necessário estabelecer em lei a realização periódica de consultas aos eleitores (plebiscitos, referendos e recalls), regularmente sempre no meio dos mandatos de cinco anos (dois anos e meio depois das eleições) e, excepcionalmente, também realizar essas consultas aos eleitores em outras ocasiões: junto com as eleições ou, no caso de questões regionais ou locais, também em outros momentos, ou sempre que for necessário.

Caso haja uma hipotética coincidência das eleições municipais com as eleições estaduais e federais, 2020 é o ano mais indicado para se coincidirem as eleições porque, ao se propor um mandato excepcional de 2 anos para se coincidirem as eleições, tem-se que o primeiro ano dos mandatos é sempre regido pelo orçamento que foi elaborado pelo mandato anterior; e no último ano dos mandatos se tem as necessárias limitações da administração pública determinadas pela lei eleitoral para que se evitem os usos eleitoreiros dos recursos públicos e das ações governamentais; então, no caso de mandatos de 2 anos, as novas gestões não teriam como trabalhar plenamente para implementar as políticas públicas necessárias para atender às demandas dos cidadãos. Sendo, então, um mandato excepcional de 6 anos uma opção melhor para se coincidirem as eleições, é mais indicado que esse mandato de 6 anos seja em nível estadual e federal, pois, se uma administração municipal é complexa, uma administração estadual e a administração federal são mais complexas ainda e muitas políticas públicas demandam muito tempo para serem implementadas. Por isso se propõe que, excepcionalmente, os mandatos dos eleitos nas eleições estaduais e federais de 2014 sejam de 6 anos, para que o fim desses mandatos estaduais e federais coincidam com o fim dos mandatos municipais de 4 anos dos eleitos nas eleições municipais de 2016 e, dessa forma, em 2020, se coincidirão as eleições em nível municipal, estadual e federal. Ao se coincidirem as eleições, todos os cargos do executivo e do legislativo, seja em nível municipal, estadual ou federal, poderão passar a ter o mesmo tempo de mandato: 5 anos.

Mostrando 41 - 57 de 57 resultados.
de 3