Exportação de Dados do Fórum

Fórum

PLEBISCITO ELABORADO POR CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO 


COMO É NA EUROPA


http://ieeexplore.ieee.org/xpl/login.jsp?tp&arnumber=540447&url=http%3A%2F%2Fieeexplore.ieee.org%2Fxpls%2Fabs_all.jsp%3Farnumber%3D540447 

“O método de conferências de consenso organiza uma análise de alta qualidade entre um painel de discussão dos leigos e um painel de especialistas, na presença de um auditório. A importância das conferências de consenso está principalmente no renascimento do interesse sobre o conceito de análise política participativa. No entanto, não existe nenhuma metodologia abrangente para a análise política participativa, mas um quadro preliminar sobre o que poderia ser baseada essa metodologia é apresentado. Análise política participativa é definida pelos autores como um modo prático de investigação analítica facilitada, que em diferentes contextos de decisão política amplia o leque de contribuintes, para apoiar a gestão do conhecimento, o processo de decisão e as relações de rede através da criação, aplicação e avaliação de fóruns específicos de comunicação e participação. É equivalente à conferência de consenso utilizada na Europa com um fórum de comunicação e participação dos leigos e especialistas, para decisões sobre questões tecnológicas complexas e controversas da sociedade; como bio-genética e tecnologia. Algumas experiências recentes na Europa são encontradas, e é dada especial atenção a alguns dos resultados de um estudo a respeito de uma conferência de consenso sobre a questão da avaliação preditiva genética humana (experimental), e onde isso vai nos levar. Esta conferência e sua avaliação foram iniciadas pela Plataforma Holandesa Para a Ciência e Ética. A avaliação centrou-se na formação de opinião dos membros do painel de leigos, como resultado de sua participação.”

http://participedia.net/en/methods/participatory-consensus-conferences



AS PROPOSTAS DO PLEBISCITO DA DILMA DEVERIAM SER FEITAS PELO POVO, NÃO POR ELA, NEM PELO CONGRESSO.


Os políticos parecem que estão no século passado, querendo ouvir meia dúzia de movimentos sociais, que NÃO NOS REPRESENTAM, e fazer de conta que conversaram conosco. Esses movimentos, em sua ampla maioria, a gente já sabe que só querem pedir verbas para suas associações, e entrar no cabide de empregos, em troca de abafar a voz do povo nas negociações; pouco se importando conosco, e nem mesmo com a própria causa que dizem defender. Por que será que o sistema representativo não funciona? Esse sistema está falido em qualquer lugar, seja numa ONG, associação de bairro, sindicato, ou no próprio governo. E por isso a corrupção tomou conta do país. Vejam o tom com que estão sendo feitas as cobranças:

http://www.youtube.com/watch?v=gszkr79_dXQ


Mas a crítica também é para todos os partidos e a esmagadora maioria de nossos políticos. Ou alguém ouviu alguma proposta diferente e mais democrática que a da Dilma, fora a do Requião, do Rodrigo Rollenberg, do Suplicy, da Serys, e do Tarso Genro? Se alguém tiver notícias, por favor, poste-as aqui. O que foi feito é um verdadeiro absurdo, porque poderíamos inaugurar no Brasil a primeira CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO.


Esse espaço tem tudo para colocar o Brasil dentre as mais modernas democracias do mundo. É claro que muita coisa precisa ser aprimorada. Acho que o Congresso deveria cadastrar as pessoas por título de eleitor, evitando que pessoas criem vários perfis e votem muitas vezes. Mas a principal crítica ainda é sobre a publicidade. Porque aqui nesse espaço os parlamentares não estão ouvindo a população, mas sim alguns poucos ativistas da internet. Levando em conta que o conteúdo político da internet é dominado pelos próprios políticos, seus assessores, pessoas a eles ligadas, e até contratados; qualquer resultado que sair daqui é duvidoso, porque o povo não foi oficialmente convocado. Por isso pedidmos:


__AMPLA COBERTURA DAS TVs

__PELO MENOS UM MÊS EXPLICANDO O PROCESSO E CONVOCANDO O POVO EM HORÁRIO NOBRE PARA PARTICIPAR

__ENRIQUECER O DEBATE COM A PRESENÇA DE ESPECIALISTAS PRÓS E CONTRA CADA PROPOSTA, COMO SE FAZ NA EUROPA 


Na internet o debate não congestiona, porque só avançam as propostas que recebem mais apoio. Entretanto, o povo precisa ser convocado, esclarecido, e orientado para isso. Os especialistas deveriam se cadastrar, comprovando suas qualidades. Eles entrariam com suas credenciais no debate, apontando as particularidades de cada problema levantado. Na cobertura feita pelas TVs, os especialistas seriam escolhidos dentre os mais apoiados durante a própria conferência, com um número igual para defender e contestar cada proposta. Depois de sistematizadas as propostas de alteração em nossa lei, as perguntas do plebiscito seriam formuladas, e votadas aqui mesmo nesse site. Encerrados os trabalhos, a proposta com as perguntas do plebiscito deveriam ser analisadas sob o ângulo da Constitucionalidade e do orçamento da União, que não poderiam ser feridos. Com o aval da Justiça, suas perguntas passariam a integrar a cédula eleitoral da próxima eleição, sem custo algum ao país.

E POR ISSO É INDISPENSÁVEL A UMA DEMOCRACIA MODERNA AS ELEIÇÕES DE 2 EM 2 ANOS


>>PEC 03/2011 JÁ<<

Essa PEC permitirá que a coleta de assinaturas para as iniciativas populares sejam feitas pela internet. Elas tramitarão em regime de urgência, e se forem reprovadas no Congresso, eles terão de convocar um referendo, para que o povo decida se quer ou não a lei proposta:

  http://legis.senado.leg.br/mateweb/arquivos/mate-pdf/132211.pdf 

EMENDA SUGERIDA À PEC 03/2011:

__Que o povo, quando julgar um assunto complexo, e desejar promover um debate oficial e público sobre o assunto, com ampla publicidade nas TVs; tenha o direito de convocar uma CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO por iniciativa popular.


Só não faremos isso, se não quisermos. Não é mais possível, que nossas decisões políticas sejam pautadas em cima de interesses particulares. A DEMOCRACIA DIRETA tem como seu melhor sinônimo a RACIONALIDADE, indispensável para se criar um mundo mais justo e moderno. Chegou a hora da desilusão, não se pode mais aceitar decisões de cúpulas, que definitivamente NÃO NOS REPRESENTAM. Chega de ingenuidade, a ampla maioria, mais de 98% dos políticos, não estão debatendo e tomando decisões no Congresso, para aquilo que é melhor ao país. Não é que sejam incompetentes, mas sim que não existe essa preocupação; eles se preocupam apenas em agradar quem lhes dá dinheiro para a campanha política e seus lobbies, esse é o único compromisso que existe de fato. Se a gente não conquistar o direito de tomar a frente desse processo de decisões políticas, sempre que houver suspeitas de corrupção, omissão, ou elevada relevância à sociedade; continuaremos sendo passados para trás. Quando tivermos direito de cassar os políticos, iniciando o processo de cassação com nossos abaixo assinados (inclusive os on line), e depois decidindo o futuro deles no voto (RECALL); eles serão obrigados a conciliar seus interesses com os nossos, para não perderem o cargo, e o poder de manipulação em nossas leis. Isso é o mínimo que podemos exigir para que um regime seja considerado democrático, porque do jeito que está, não temos visto nenhum poder emanar do povo. Não há o que se opor, é uma questão até de vergonha na cara. Os próprios políticos sabem das dificuldades para se promover um RECALL. Nas democracias mais modernas eles são processos muito raros. Ou seja, não há o que se opor. Precisamos urgente recuperar a credibilidade na política, e em nossas instituições.

RE: PLEBISCITO ELABORADO POR CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO
Resposta
09/08/13 15:54 em resposta a elia da silva.
Acredito que como eu às pessoas lêem e ficam até sem ter comentários. Excelente idéia.

RE: PLEBISCITO ELABORADO POR CONFERÊNCIA PARTICIPATÓRIA DE CONSENSO
Resposta
09/08/13 19:31 em resposta a Micheline.
: )