Exportação de Dados do Fórum

Fórum

Limitação de Partidos, Fundo Partidario e Financiamento de Pessoa Física.

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
Ola, Para mim o financiamento de campanha deveria se pautar nestes 3 pilares.

Primeiro é preciso limitar a quantidade de partidos que podem participar das eleições. Os políticos não querem abordar este tema, mas Isto é imprescindível para limitar os gastos de campanha e viabilizar um financiamento público. Um sistema com muito partido torna a campanha cara, dificulta o debate, compromete a proporcionalidade.

Para isso, devemos, além de acabar com a coligação nas eleições proporcionais, que só serve para dar sobrevida a partidos com pouca expressão, devemos limitar o número de partido aptos a participar de uma eleição, 5 partidos para assembleias pequenas e 10 para assembleias grandes. A limitação poderia se dar por número de filiados que o partido tem na circunscrição que ele pleiteia participação na disputa eleitoral. O registro de filiação deveria ser feito pela internet de forma simples e gratuita. Cada pessoa só pode se filiar a um partido, e os partidos que tiverem mais filiados, podem participar da eleição.

O fundo partidário deveria ser dividido igualmente a todos os partidos que estão disputando a uma vaga, com tempo igual de rádio e tv. Não se deve dar mais tempo para partidos que já conquistaram vagas nas últimas eleições. Cada eleição é uma disputa nova e não faz sentido o estado direcionar o dinheiro público para favorecer os que estão no poder. O poder público deve se comprometer a oferecer alternativas ao eleitor de forma democrática.

Deveria ser possível a doação por pessoa física com limite. Um limite que desse, até para aquele que recebe bolsa família/salário mínimo, contribuir mensalmente a um partido. Se a eleição for para 5 anos, um valor de 1200 reais por pessoa, daria para o eleitor pagar em pequenas partes de 20 reais mensais.