Fórum

Fronteiras

Compartilhe este tópico:
Tópicos [ Anterior | Próximo ]
Fronteiras
Resposta
29/10/15 19:08
A Colômbia propôs a criação de um corredor ecológico chamado Triplo A (Andes, Amazônia, Atlântico), contendo 62% do território do Brasil em sua composição, 34% da Colômbia e 4% da Venezuela, justamente na fronteira norte da Amazônia. Curiosamente, as Guianas, onde há presença europeia, ficaram de fora. É fato, porém, que praticamente toda a faixa de fronteira, desde o Amapá até Rondônia, está tomada por terras indígenas, unidades de conservação e até territórios quilombolas, o que torna difícil explicar a “vivificação de fronteiras” preconizada pela Estratégia Nacional de Defesa em contradição com a realidade dos bolsões étnicos-geográficos criados em nossas fronteiras. Sem vivificação, tais territórios tornam-se caminhos preferenciais para o contrabando, o descaminho e o tráfico de drogas, armas e pessoas. Daí surgem as seguintes indagações:

1 – Como atenuar a permeabilidade de nossas fronteiras: incentivar a criação e instalação de mais unidades militares e policiais nas fronteiras?
2 – A solução seria criar órgãos de fiscalização locais, com recrutamento de servidores entre a população local?
3 – Quais os maiores problemas específicos em relação à fiscalização de contrabando e descaminho que passam pela fronteira seca, portos e aeroportos?
4 – E quanto ao tráfico de armas, drogas e pessoas?
5 – Em que medida a incorporação de novas tecnologias como satélites, drones e vants (de pequeno porte e menor custo), radares, câmaras digitais e outras inovações tecnológicas de ponta poderiam contribuir para a redução da permeabilidade de nossas fronteiras?